Subscribe to My Feed





Tell a Friend




  • Polls

    How Is My Site? / ¿Cómo es mi sitio web?

    View Results

    Loading ... Loading ...
  • Recent Comments:


  • « | Home | »

    Update: Tetra Pak & Aseptic Packaging Recycling in Paraná

    By Keith R | August 17, 2008

    Topics: Corporate Social Responsibility, Packaging, Waste & Recycling | No Comments »

          
    1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
    Loading...


    I’ve been asked by a reader whether the deal negotiated last year between Paraná environment officials and aseptic packaging producer Tetra Pak has produced the results desired/expected. Funny you should ask that (maybe it’s not a coincidence?) — the two just issued a progress report.

    To refresh memories, the two-year “plan of action” agreed between the state environment secretariat (SEMA) and Tetra Pak calls for the company to promote recovery and recycling operations for the 22 municipalities* that represent 90% of the state’s population. The plan rests on four pillars: (1) the company providing incentives to recycling cooperatives (primarily waste pickers known as catadores in Brazil) to collect aseptic packaging; (2) regional initiatives for the purchasing of the collected packaging waste; (3) setting up new recycling enterprises devoted to recycling this particular packaging waste; (4) educational campaigns.

    SEMA and Tetra Pak now report that the number of entities in the state committed to selective collection of aseptic packaging has gone from 55 a year ago to 155 (up from just 81 in April 2008), and the volume of aseptic packaging collected per quarter has gone from 991 metric tons to 1,078 (an 8% increase). Clearly pleased, State Environment Secretary Rasca Rodrigues characterized these as “fantastic figures.”

    Tetra Pak has also developed a special website (see screenshot at right) devoted to explaining how their aseptic packaging is recycled and to helping Brazilian consumers locate an entity — whether business, recycling cooperative, or drop-off post — where they can take their used aseptic cartons. The site includes a nifty Google map that allows the user to investigate drop-offs points for Tetra Pak packaging anywhere in Brazil. [Temas Note: I wonder when we might see a similar tool to help promote aseptic packaging recycling in the rest of the Americas?]

    The results were presented at a “Long Live the Planet” event hosted in front of the Environment Secretariat in Curitiba. About two thousand students were taken through a circuitous exhibit on the life of aseptic packaging, from its production and use to its collection, separation of materials and the use of those materials to make new products. One of the new products showcased: a 500-page Versão Verde (“Green Edition”) “kit” published by the SEMA’s Zero Waste (Desperdício Zero) Program about wastes and things that can be done to recycle and reuse them. The entire kit was printed on recycled materials from aseptic packaging.

    All in all, SEMA appears quite pleased with Tetra Pak’s efforts. In fact, they have lately been touting the Tetra Pak accord as an example other producers should follow in managing their end-of-life products.

    ————-

    * Paranaguá, Curitiba, Rio Negro, Ponta Grossa, União da Vitória, Irati, Guarapuava, Laranjeiras do Sul, Pato Branco, Francisco Beltrão, Foz do Iguaçu, Cascavel, Toledo, Campo Mourão, Umuarama, Paranavaí, Maringá, Ivaiporã, Londrina, Cornélio Procópio, Jacarezinho, Telêmaco Borba

    ________________________

    Desde a Secretária do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMA):

    Governo e Tetra Pak mostram resultados de parceria para reciclagem de embalagens

    Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos e Tetra Pak apresentaram nesta sexta-feira (15) mais um balanço de resultados da parceria “Paraná e Tetra Pak em Ação – Longa Vida para o Meio Ambiente”. Entre eles, o aumento do número de entidades voltadas à coleta seletiva das embalagens longa vida existentes no Estado – passando de 55 para 155 – e a ampliação em 8% do volume de embalagens encaminhadas para reciclagem – de 991 toneladas para 1.078 toneladas no último trimestre.

    O secretário do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Rasca Rodrigues, destacou que os números são ainda mais expressivos do que primeiros resultados apresentados no último mês de abril, que indicavam aumento de 47% das iniciativas voltadas à coleta seletiva das embalagens longa vida e a ampliação em 6% do volume de embalagens encaminhadas para reciclagem. “São dados fantásticos. Estamos muito contentes com a evolução dos resultados, principalmente porque no início o diálogo foi muito difícil”, observou.

    Outro resultado positivo citado pelo secretário foi o registro de mais de 2 mil visitantes no site www.rotadareciclagem.com.br, que informa os pontos de entrega ou venda de embalagens – como as 155 entidades voltadas à reciclagem. “De acordo com a Tetra Pak, além dos visitantes paranaenses também foram contabilizados mais de 30 mil acessos de outras partes do país, o que demonstra a vontade da sociedade brasileira em contribuir com a proteção do meio ambiente”, ressaltou Rasca.

    “O sucesso da parceria com o governo do Paraná servirá de exemplo a outros Estados”, afirmou a diretora de Comunicação da Tetra Pak, Elisa Miranda Prado. Segundo ela, a experiência já vem sendo apresentada em congressos como o Municipal 2008 – IV Congresso e Feira Nacional de Produtos e Serviços para Municípios, realizada na última semana em Foz do Iguaçu.

    LONGA VIDA AO PLANETA – Os resultados foram apresentados durante o evento “Longa Vida ao Planeta”, idealizado para estimular a reciclagem das embalagens cartonadas. Cerca de 2 mil estudantes percorreram um circuito montado em frente à Secretaria do Meio Ambiente, em Curitiba, que mostrou a ‘vida’ da embalagem – desde sua fabricação até a separação dos produtos que a compõe e produtos que podem ser feitos com o reaproveitamento dos materiais.

    Para a professora Marilda de Fátima Menezes, que acompanhou uma turma de alunos, ações como esta fazem parte da formação de um cidadão ambientalmente mais correto. “Eles estão em uma fase em que são preparados para a vida e alguns já são consumistas. Se continuarem assim, vão produzir mais lixo. Além de promover uma reflexão sobre consumo, atividades como esta também estimulam a conscientização ambiental das crianças”, comentou.

    Victória Cassanha, uma das alunas que percorreu o circuito, demonstrou que a iniciativa está surtindo efeito. “Aprendi que reciclar o lixo é muito importante para a natureza. Isso também é importante para poupar as árvores e o meio ambiente”, disse a estudante de 12 anos. Outra estudante, Cecília Sppalzino, de 12 anos, disse ter ficado muito contente com o que aprendeu para ajudar o meio ambiente. “Aprendi muitas coisa como os lugares certos para jogar o papel. Cada tipo de lixo tem uma cor diferente para jogar fora as coisas que utiliza no dia-a-dia”, declarou.

    Durante o evento os estudantes ainda conheceram produtos que podem ser feitos com o reaproveitamento do material das embalagens – como a “Versão Verde”, uma compilação com mais de 500 páginas baseada nas cartilhas desenvolvidas pelo programa Desperdício Zero, da Secretaria do Meio Ambiente.

    O coordenador do Programa, Laerty Dudas, acrescentou que foram distribuídos materiais didáticos como gibis e passatempos que abordavam a coleta seletiva. “Todos estes materiais foram impressos em folhas feitas com o reaproveitamento dos materiais utilizados na embalagem longa vida: plástico, papel e alumínio”, detalhou.

    Outros parceiros do Desperdício Zero também participaram do Longa Vida ao Planeta. Além de contribuir com a publicação dos materiais didáticos feitos com o papel proveniente da reciclagem das embalagens, parceiros como Associação Paranaense de Redes de Supermercado (Apras), a empresa Frimesa, Skanska Engevix e Banco Real apresentaram no evento iniciativas que adotaram para não poluir o meio ambiente.

    PLANO DE AÇÃO – O plano de ação “Paraná e Tetra Pak em Ação – Longa Vida para o Meio Ambiente” foi elaborado em conjunto pela Secretaria do Meio Ambiente, por meio do Programa Desperdício Zero, e pela equipe da Tetra Pak para garantir o escoamento sustentável e a reciclagem das embalagens.

    Além de atividades de educação ambiental como o ‘Longa Vida ao Planeta’, o plano de ação ainda aposta em outras três áreas de autuação. São elas: incentivo ao trabalho de cooperativas para aumentar a captação das embalagens, às iniciativas regionais de comercialização das embalagens e ao desenvolvimento de novas empresas recicladoras com agregação de valor ao produto.

    As ações estão sendo implantadas gradualmente em 22 cidades, que, juntas, concentram 90% da população paranaense: Paranaguá, Curitiba, Rio Negro, Ponta Grossa, União da Vitória, Irati, Guarapuava, Laranjeiras do Sul, Pato Branco, Francisco Beltrão, Foz do Iguaçu, Cascavel, Toledo, Campo Mourão, Umuarama, Paranavaí, Maringá, Ivaiporã, Londrina, Cornélio Procópio, Jacarezinho e Telêmaco Borba. Nestas localidades estão concentradas 90% da população paranaense.

    Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

    Subscribe to My Comments Feed

    Leave a Reply