Subscribe to My Feed




Tell a Friend




  • Polls

    How Is My Site? / ¿Cómo es mi sitio web?

    View Results

    Loading ... Loading ...
  • Recent Comments:

  • « | Home | »

    IDB/MIF to Support Sustainable Wood Use in the Brazilian Amazon / BID/FMI ajudará uso sustentável da madeira na Amazônia brasileira

    By Keith R | December 20, 2006

    Topics: Economics & the Environment, Environmental Protection, Sustainable Forest Use | No Comments »

          
    1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
    Loading...


    From the Inter-American Development Bank (IDB):

    SEBRAE will receive US$2.1 million for sustainable development of wood and furniture supply chain in Brazil’s Amazon Region

    MIF support will bring together public and private stakeholders to identify new technological solutions for sustainable economic use of wood in Amazonas and Pará

    The Inter-American Development Bank’s Multilateral Investment Fund announced today the approval of a $2,100,000 grant to the Brazilian Microenterprise and Small Business Support Service (SEBRAE in Portuguese) to strengthen public-private collaboration to promote the competitiveness and sustainable business development in the Amazon region’s wood and furniture supply chain.

    The Brazilian Amazon region is the largest tropical forest in the world, representing two thirds of the globe’s tropical forests. Eight of Brazil’s 27 states are located in this enormous area, but its geographic and economic heart are the states of Pará and Amazonas, including the Amazon river.

    The objective of this new project is to identify and disseminate technological solutions in the states of Amazonas and Pará to provide greater value added and promote sustainable development for small enterprises in the wood and furniture supply chain.

    The main challenges facing the wood and furniture supply chain are: the inefficient –- and environmentally unsustainable— technologies for wood harvesting and processing; the low yield in initial processing due to 60% of logs ending up as fragments; failure to take advantage of the majority of native species; and unavailability of appropriate drying technologies.

    The program will create and implement a technological services network, strengthen microenterprises and small businesses in the supply chain, train human resources and foster a public education campaign. It will also promote regional integration and boost competitiveness, and disseminate and transfer the know-how.

    “This project is expected to stimulate the supply of technological services for small enterprises and create a set of new products in the form of services for these businesses,” said MIF Team Leader Claudio Cortellese. “This will result in a significant increase in technological projects that are of collective interest to businesses and more direct investment resulting from linkages with international value chains.”

    “For the biological wealth of the Amazon to effectively be reflected in the region’s sustainable economic development, there needs to be an increase in the value added to wood in its industrial processing. To this end, the chain must develop a focus on high-quality products, not only in terms of aesthetic, functional and safety characteristics, but also in terms of its environmental sustainability, ” emphasized Cortellese.

    Many problems could be solved in part by greater collaboration among the public and private sectors, making the most of the synergies that can be created between enterprises at the different stages of the supply chain, added Cortellese. “This project will bring the principal public and private stakeholders together systematically around a concrete common undertaking and strategic approach, which is to identify new technological solutions for the sustainable economic use of wood from the Amazon.” It will also include a facility for public-private initiatives of regional scope.

    SEBRAE, the Brazilian Microenterprise and Small Business Support Service, is a private sector association active throughout Brazil to promote sustainable development, competitiveness and technical skills upgrading in small and medium-sized enterprises. MIF. The Multilateral Investment Fund, an autonomous fund administered by the IDB, supports private sector development in Latin America and the Caribbean, focusing on microenterprise and small business.

    Project financing will total US$5.1 million. SEBRAE will contribute US$3 million.

    ——————————————-

    Desde o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID):

    SEBRAE receberá US$2,1 milhões para desenvolvimento sustentável da cadeia de suprimento de madeira e móveis na região da Amazônia brasileira

    Apoio do Fumin ajudará a identificar novas soluções tecnológicas para uso econômico sustentável da madeira no Amazonas e no Pará

    O Fundo Multilateral de Investimentos do Banco Interamericano de Desenvolvimento anunciou hoje a aprovação de uma doação de US$2,1 milhões ao Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) para fortalecer a colaboração público-privada na promoção da competitividade e do desenvolvimento sustentável de cadeias de suprimento de madeira e móveis na região amazônica.

    A Amazônia brasileira abriga a maior floresta tropical do mundo, que representa dois terços das florestas tropicais do globo. Oito dos 27 estados brasileiros estão localizados nessa área, mas seu coração geográfico e econômico são os estados de Pará e Amazonas, além do rio Amazonas.

    O objetivo deste novo projeto é identificar e disseminar, nos estados de Amazonas e Pará, soluções tecnológicas que proporcionem maior valor agregado e promovam o desenvolvimento sustentável de pequenas empresas na cadeia de suprimento de madeira e móveis.

    Os principais desafios do setor são: tecnologias de coleta e processamento de madeira ineficientes e insustentáveis do ponto de vista ambiental; baixo rendimento no processamento inicial, porque 60% das toras acabam em fragmentos; incapacidade de aproveitamento da maioria de espécies nativas; e não disponibilidade de tecnologias de secagem apropriadas.

    O programa criará e implementará uma rede de serviços tecnológicos, fortalecerá as micro e pequenas empresas na cadeia de suprimento, treinará recursos humanos e patrocinará uma campanha pública de educação. Promoverá também a integração regional e impulsionará a competitividade, disseminando e transferindo know-how.

    “Este projeto deverá estimular o fornecimento de serviços tecnológicos a pequenas empresas e criar um conjunto de novos produtos em forma de serviços para esses negócios”, disse o chefe da equipe de projeto do Fumin, Claudio Cortellese. “Isso resultará num aumento significativo do número de projetos que são de interesse coletivo dos negócios e mais investimento direto como resultado das ligações com cadeias de valor internacionais.”

    “Para que a saúde biológica da Amazônia reflita-se efetivamente no desenvolvimento econômico sustentável da região, é preciso que haja um aumento no valor agregado da madeira em seu processamento industrial. Para isso, a cadeia de valor precisa desenvolver um enfoque em produtos de alta qualidade, não apenas em termos de características estéticas, funcionais e de segurança, mas também em termos de sua sustentabilidade ambiental”, enfatizou Cortellese.

    Muitos problemas poderiam ser resolvidos em parte mediante maior colaboração entre os setores público e privado, obtendo o máximo das sinergias que podem ser criadas entre empresas nos diferentes estágios da cadeia de suprimento, explicou Cortellese. “Este projeto reunirá de modo sistemático os principais interessados dos setores público e privado em torno de um empreendimento concreto e uma abordagem estratégica comuns, qual seja, a identificação de novas soluções tecnológicas para o uso econômico sustentável da madeira da Amazônia.” Incluirá também um mecanismo para iniciativas público-privadas de âmbito regional.

    O SEBRAE é uma associação do setor privado ativa em todo o Brasil na promoção do desenvolvimento sustentável, da competitividade e do aperfeiçoamento da capacidade técnica de empresas de porte pequeno e médio.

    O Fumin, fundo autônomo administrado pelo BID, apóia o desenvolvimento do setor privado na América Latina e no Caribe, com foco nas micro e pequenas empresas.

    O financiamento do projeto totalizará US$5,1 milhões. O SEBRAE contribuirá com US$3 milhões.

    Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

    Subscribe to My Comments Feed

    Leave a Reply